Educação e Avaliação Física


A CLÍNICA

De forma inovadora, o Instituto de Medicina do Idoso | IMEDI consolida no Recife, em um só lugar, várias especialidades médicas com foco de atuação em saúde do idoso.

SAIBA MAIS


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sexta das 08h às 19h.Estacionamento terceirizado em frente à clínica, com manobrista.

Segunda a sexta-feira08:00 as 19:00
SábadoFechado
DomingoFechado


ESPECIALIDADES

o IMEDI reúne uma equipe interdisciplinar de médicos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, educadores físicos, psicólogos, nutricionistas e odontólogos. Todos já com experiência em atuação no cuidado do idoso.

SAIBA MAIS

Educação e Avaliação Física

Atualmente a busca de uma vida mais saudável e ativa encontra-se em evidência como forma de amenizar os processos relativos ao envelhecimento, como por exemplo, a diminuição e a modificação gradativa das aptidões físicas com o decorrer dos anos. O envelhecimento traz consigo inúmeras transformações no corpo do idoso, e a diminuição do desempenho físico seja talvez o mais percebido pelas pessoas. Isso porque na terceira idade o organismo já não é como antes, os corpos não são mais tão flexíveis e os movimentos não são tão ágeis. Com a prática de exercícios físicos adequados e regulares – respeitando-se a individualidade biológica – essas modificações serão restringidas, favorecendo o prolongamento e a qualidade de vida.

A diminuição da força muscular é o fator mais diretamente relacionado com a independência funcional de idosos. A importância da função muscular na autonomia do idoso reside no fato da força associar-se inegavelmente a uma grande quantidade de atividades cotidianas. Atividades aparentemente comuns como: se vestir, tomar banho, passear pela rua, preparar sua própria refeição e se alimentar sozinho podem se tornar difíceis com o passar da idade. Pesquisas comprovam que através de um programa de treinamento com pesos, idosos obtém melhora bastante significativa em diversas variáveis.

Podemos citar uma melhora em tais aspectos:

• Diminuição da gordura corporal;
• Aumento do consumo de Oxigênio pós exercício (EPOC);
• Ganho de força muscular;
• Retardamento do aparecimento da fadiga;
• Redução da freqüência cardíaca de repouso, melhorando o Sistema Cardiovascular;
• Aumento das capacidades funcionais;
• Aumento da formação óssea.

Os programas de exercícios físicos direcionados para o público idoso têm como objetivo diminuir a incidência de doenças crônico-degenerativas, doenças oriundas do sedentarismo e protelar ao máximo o aparecimento de doenças limitadoras, não sendo a idade um fator restritivo para a prática de esportes ou atividades físicas, devendo-se escolher o tipo de atividade que mais lhe agrade.

O treinamento físico e personalizado para idosos visa promover respostas biológicas mais rápidas e satisfatórias, sendo de suma importância a realização de uma prescrição de treino específico, seguro e prazeroso, respeitando sua individualidade e metabolismo, assim como o princípio de adaptação biológica.

Nossos Especialistas

Professor José Antônio de Oliveira

Professora Rebeca Varela